Cartão Elo: Aceitar ou Recusar?

Resolvi escrever este post porque aconteceu uma coisa bem chata. Minha tia é cliente Bradesco há muitos anos e sempre teve um cartão com a bandeira MasterCard. O cartão dela venceu e o banco enviou um novo, mas com a bandeira Elo!

Minha tia ficou extremamente brava e ligou para o banco dizendo que não queria esse cartão, porque sempre usou bandeira Master e que Elo não é aceito em lugar nenhum. É claro que o Bradesco não teve argumentos e fez a troca. Mas, o que tem de grave nisso? Tudo!

Quase ninguém faz o que minha tia fez, liga e reclama. E sabe por que deveriam? Porque eles estão empurrando os cartões Elo goela abaixo de todo mundo. Quer queira, quer não. Eles querem ganhar o mercado massivamente e a qualquer custo.

Quanto mais clientes com bandeira Elo, mais comércios terão que contratar uma maquininha da Cielo, porque só ela passa! Viu que esquema perverso? Muitos argumentam que não querem outra maquininha porque não passa Elo, mas mais de 90% do mercado brasileiro possui bandeiras Visa e Master. Ou seja, a Elo é bem pequena ainda, por isso, eles estão empurrando para todos.

Outro dia, fui em uma lanchonete e estava escrito “Aceitamos todos os cartões. Exceto os ilegais – Elo”. Achei sensacional! Sim, porque não somos obrigados a aceitar cartões com a bandeira Elo, nem contratar os serviços da Cielo só por isso.

Deixo bem claro que não tenho NADA contra a Cielo, só contra esse tipo de política de crescimento que quer obrigar às pessoas a usarem os seus produtos e a contratarem os seus serviços.

Uma empresa boa de verdade conquista os clientes por ser boa! Eu quero o serviço de uma empresa porque eu gosto dela, porque ela é a melhor e ela atende às minhas necessidades. A Cielo pode até ser boa, mas por essa política, já ganhou minha antipatia. Quem é bom de verdade, não precisa disso.

E nós, como consumidores e comerciantes, não devemos aceitar isso de jeito nenhum. Sim, é necessário boicote contra empresas deste tipo. Chega de monopólios!

Ainda bem que hoje é possível falar e ser ouvido, graças à Internet. Durante muitos anos, as empresas fizeram o que bem quiseram sem se importar com a nossa opinião. Agora, por meio de redes sociais, Reclame Aqui, blogs… Todo o mercado fica sabendo, muitas vezes em tempo real, a receptividade do público ao seu produto. E eles não podem simplesmente ignorar, porque a repercussão é imediata e funciona como um vírus, infectando todo mundo.

Essa é a minha opinião! Vocês podem pensar diferente de mim, mas não entenderia alguém que acha saudável uma política de crescimento assim. Compartilhem aqui! Precisamos debater esse tipo de coisa.

Anúncios

4 comentários sobre “Cartão Elo: Aceitar ou Recusar?

  1. Matheus Santos

    Já passei por uma situação horrível com a Elo.
    Tinha acabado de receber um cartão e não sabia que ela não passava em qualquer lugar.
    Fui em um restaurante para uma confraternização de turma e na hora de pagar minha conta, não aceitavam e tive que pedir pra um amigo passar na dele.
    Agora vejo que é um problema muito maior do que não só ter uma maquininha e o problema não é do estabelecimento, mas sim desse monopólio, onde só uma maquininha pode aceitar ele.

    Curtir

  2. Marly

    pois é… solicitei agora no Bradesco uma 2a.via do cartão… e querem empurrar o Elo… a agência não resolve… o fone fácil fala q é na agência…. fica um ping pong . o fone fácil está lá para atender o cliente .. não sou obrigada a aceitar o Elo.. ja tive diversos problemas em estabelecimentos q não aceitam essa bandeira ….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s